Pompoarismo → O que é, como fazer e benefícios [ SAIBA TUDO ]

Conhecer o próprio corpo é algo essencial para que se possa sentir mais prazer. O pompoarismo é uma técnica que que tem como principal objetivo possibilitar que a pessoa sinta mais prazer durante a relação sexual e no contato íntimo.

De uma forma simples, a técnica consiste na contração e no relaxamento dos músculos do assoalho pélvico e ela vale tanto para homens quanto para mulheres.

como fazer pompoarismo

Assim como ocorre com as atividades de Kegel, o pompoarismo ajuda a fortalecer essa musculatura, o que é benéfico para a prevenção e o combate à incontinência urinária e fecal, bem como também para as hemorroidas.

Com a prática do pompoarismo é possível pressionar e massagear o órgão sexual masculino com a vagina durante a relação sexual. Já para o homem, há uma melhora no seu desempenho sexual e resistência.

O fato é que, quando o assunto é prazer, o pompoarismo é uma técnica que pode ser muito útil e benéfica.

Então, se você quer saber mais sobre esse assunto, continue lendo e descubra um pouco mais sobre o pompoarismo….

Benefícios

O maior e melhor benefício do pompoarismo é a possibilidade de ter mais domínio da musculatura pélvica para que se consiga ter mais prazer sexual. No entanto, essa é uma técnica muito completa e seus benefícios não param por aí, veja:

  • Mais prazer sexual, visto que o controle da musculatura permite realizar contrações durante a relação sexual, aumentando os estímulos.
  • Melhora no desempenho sexual, tanto para homens quanto para mulheres, visto que a técnica ajuda a fortalecer a musculatura do assoalho pélvico.
  • Potencializa a ereção masculina visto que ajuda a aumentar a pressão sanguínea no pênis.
  • Ajuda a tratar e prevenir a incontinência urinária em mulheres, a melhorar as funções sexuais e ainda contribui no tratamento da incontinência fecal.

Mais do que isso, a prática dessas atividades de pompoarismo ainda são muito benéficas na gravidez. Isso porque o fortalecimento do assoalho pélvico ajuda a suportar melhor o peso do útero e da barriga.

Além disso, ainda contribui para o trabalho de parto, facilitando a passagem do bebê.

Origem do Pompoarismo

A origem do pompoarismo é oriental, sendo uma técnica milenar. Ela surgiu ao sul da Índia e se popularizou, espalhando-se pelo mundo inteiro.

Já nos anos 40, o alemão Arnold Kegel, um ginecologista, criou exercícios que tem como principal finalidade o fortalecimento da musculatura do períneo

Foi por causa dos estudos desse médico que se comprovou que a atividade também ajudava as mulheres a reconhecerem as contrações causadas pelo orgasmo.

Desde então, a técnica passou a ser amplamente utilizada em consultórios de sexólogas para o tratamento de disfunções, juntamente com a psicoterapia.

Como praticar Pompoarismo

Basicamente o que o pompoarismo exige é o conhecimento da musculatura pélvica, que se adquire com o tempo. Depois, o exercício em si consiste na simples contração e relaxamento do músculo, sem acessórios mesmo.

Para turbinar a prática da atividade, é possível recorrer ao uso de acessórios como as bolas tailandesas ou o benwa.

Já para o homem, o exercício de fortalecimento pode ser realizado através do levantamento de pequenos pesos pela contração dos músculos do pênis. Isso irá ajudar a tornar a ereção mais forte e duradoura, bem como facilitar a inibição do orgasmo.

Exercícios de Pompoarismo

Os exercícios de pompoarismo são bem simples de serem praticados. Para você que está começando, basta seguir esses passos:

  1. Deite-se em um lugar que seja confortável e tranquilo e comece a respirar de forma lenta e profunda por alguns segundos
  2. Depois, contraia fortemente a musculatura do assoalho pélvico e mantenha-a contraída por 2 segundos. Você saberá que está contraindo corretamente quando sentir o ânus e a vagina se fechando ou toda essa região sendo puxada para dentro.
  3. Depois dos dois segundos contraindo, relaxe os músculos e descanse por 8 segundos
  4. Repita os passos 2 e 3 por mais umas 8 ou 10 vezes consecutivas, ou seja, 2 segundos de contração, 8 segundos de relaxamento. Por fim, fala uma contração mais longa, que tenha de 8 a 10 segundos.

Pronto, você já sabe como praticar o pompoarismo!

Vale lembrar que pode ser que você não saiba bem o que está fazendo logo na primeira vez. No entanto, com a prática e o fortalecimento da musculatura, vai ficando mais fácil identificar o músculo da contração.

Voltando ao exercício, lembre-se de praticar essa série diariamente, a fim de ter um om resultado no fortalecimento do assoalho pélvico.

Para turbinar a atividade, você deve fazer a atividade algumas vezes com as pernas afastadas e outras vezes com as pernas juntas.

Quando estiver fazendo as contrações, assegure-se de não estar contraindo o músculo abdominal, o que é comum com quem está iniciando e tem o assoalho pélvico fraco.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o pompoarismo, para que serve, seus benefícios e como começar a praticar agora mesmo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (10 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *