Bichectomia o Que é, e Quem Pode Fazer? [ Todos os Detalhes ]

Atualmente, temos uma grande variedade de procedimentos estéticos que podem ajudar e melhorar aspectos com os quais, simplesmente, não estamos satisfeitos na nossa aparência, como é o caso da bichectomia.

Para quem não sabe, esse é um procedimento cirúrgico que realiza a retirada da bola de Bichat, também conhecida como a gordura da bochecha.

Sem dúvidas, a bichectomia vem se tornando cada vez mais popular no mundo inteiro, especialmente para aquelas pessoas que tem bochechas mais cheias e desejam ter um rosto mais fino.

Segundo a SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), a média em 2014 era de cerca de 10 bichectomias por mês. Já em 2015 o número triplicou e em 2016 a média já era de 40 procedimentos de bichectomia por mês no nosso país.

Então, se você está interessado e quer saber um pouco mais sobre a cirurgia para a retirada das bochechas, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber. Vamos lá?!

O que é bichectomia?

Bichectomia o que é?

Pelo que já foi falado, foi possível ter uma ideia de que a bichectomia nada mais é do que um procedimento estético facial.

O seu principal objetivo é a remoção da bola de Bichat, que é o tecido adiposo que fica em um compartimento dentro das bochechas.

O procedimento pode ser realizado com sedação, anestesia local ou anestesia geral no caso da realização de outros procedimentos junto.

A bichectomia irá ajudar a diminuir as bochechas mais arredondadas e a definir melhor as maçãs do rosto. Isso deixa o roso mais fino de uma forma geral.

As bolas de Bichat, por sua vez, são como almofadas de gordura que ficam no rosto, na parte inferior. O que acontece é que quando elas são muito cheias, podem dar a impressão de excesso de peso.

A presença dessa condição pode ocorrer por questão hereditária e, infelizmente, elas não diminuem com a realização de dietas e atividades físicas.

O que muita gente não sabe é que essas bolinhas de gordura são muito importantes durante os primeiros meses de vida, visto que ajudam o bebê a se alimentar e sugar o leite.

Quem pode fazer bichectomia?

A bichectomia é uma cirurgia customizada, o que quer dizer que não é possível se basear nos resultados de outras pessoas. Para que possa fazer o procedimento, o paciente deve apresentar gordura em excesso na região inferior da bochecha.

Além disso, também são analisadas outras condições do paciente, como sua estabilidade física, peso, se é fumante, o quanto a bochecha incomoda e qual a sua expectativa a respeito do procedimento.

Tudo isso é importante para que se tenha um bom resultado depois do processo realizado.

Como é feita a bichectomia?

De uma forma geral, a bichectomia é um procedimento fácil e que pode ser realizado em um hospital ou em uma clínica, sempre por um profissional cirurgião devidamente capacitado.

Então é realizada uma pequena incisão na parte interna da bochecha, bem perto dos sacos de Bichat e eles são removidos.

Obviamente podem haver variações no tamanho das bolas de Bichat que podem ser pequenos ou ter até o tamanho de uma bola de golfe.

Depois que o material é retirado, é feito a sutura do local e pronto! O procedimento tende a ser feito bem rapidamente, não durando mais do que uma hora.

Riscos

Assim como qualquer outro procedimento cirúrgico, a bichectomia também oferece riscos, embora seja considerada bastante simples.

No entanto, o mais comum de tudo é o paciente não aceitar o resultado, por causa de suas características físicas. Mesmo assim, os principais riscos de uma bichectomia são os seguintes:

  • Sangramento
  • Má cicatrização do local da incisão
  • Infecções
  • Hematomas
  • Problemas com a anestesia
  • Acúmulo de fluídos
  • Dormência e outras alterações de sensação
  • Inchaço prolongado
  • Lesão em duto salivar
  • Lesão em algum nervo facial, ocasionando fraqueza muscular permanente ou temporária
  • Trombose venosa profunda
  • Complicações cardíacas
  • Assimetria
  • Pouca mudança
  • Dor persistente

Quais os resultados esperados

Os resultados iniciais de um procedimento de bichectomia podem ser vistos logo que o inchaço sede. No entanto, pode levar até meses para que o resultado final do procedimento realmente apareça, visto que as bochechas têm de se adaptar de forma gradua à sua nova aparência.

O esperado depois que o inchaço passa é que as bochechas pareçam menos cheias. Mesmo que esse seja o esperado, não tem como ter garantias disso.

Vale lembrar ainda que, em alguns casos, o resultado não pode ser alcançado em apenas um procedimento, podendo ser necessário mais de uma cirurgia.

No entanto, o que não se pode negar é que seguir a recomendação do médico é sempre a melhor alternativa para ter mais sucesso nos resultados.

Pronto, agora você já sabe o que é a bichectomia, como é feita, seus resultados e quando ela é indicada. Aproveite essas dicas e fale com um médico para avaliar o seu caso. Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *